Para analistas, estratégia de Putin visa eleição de 2012

Para alguns analistas, parte dos subsídios e ajuda a setores estratégicos que foram anunciados pelo governo russo já fazem parte do que pode ser considerada uma campanha presidencial antecipada. A Rússia passará por eleições em 2012 e o primeiro-ministro Vladimir Putin estaria, segundo os analistas, já se preparando para voltar a concorrer ao cargo de presidente.

, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2010 | 00h00

As medidas eleitorais incluiriam ainda o aumento da ajuda para cidades criadas na era soviética como centros industriais. Em 2008 e 2009, as "mono-cidades" foram as mais afetadas pela crise. São cerca de 400 municípios espalhados pelo país e que contam com apenas uma grande indústria empregando a maior parte da população.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.