Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Para aumentar reservas, BC ficou com prejuízo de R$ 47 bi

Para se ter uma idéia do tamanho da perda em 2007, as reservas do Brasil estão hoje em torno de R$ 190 bilhões

Fernando Nakagawa e Renata Veríssimo, da Agência Estado,

28 de fevereiro de 2008 | 18h16

Para aumentar o volume das reservas, o Banco Central trocou títulos indexados em juros por papéis negociados em dólar. A operação, chamada de swap cambial, contudo, foi responsável pela integralidade das perdas do Banco Central em 2007. Isso porque, com a queda do dólar, estes papéis perdem valor. De acordo com dados divulgados pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) nesta quinta-feira, o resultado negativo no ano passado foi de R$ 47 bilhões. Para se ter uma idéia do tamanho da perda, as reservas do Brasil estão hoje em torno de R$ 190 bilhões.   Veja também: "Impagável", dívida externa chegou a US$ 230 bi    Os números do CMN mostram ainda que a perda do Banco Central no ano passado é superior à de 2006, quando o BC teve déficit de R$ 13,1 bilhões. "Os swaps cambiais e o carregamento em seu ativo dos recursos que compõem as reservas internacionais geram resultado negativo para o Banco Central, com apreciação do real frente às moedas estrangeiras", cita comunicado do Banco Central. O texto pondera, porém, que o aumento das reservas "têm como objetivo reforçar a capacidade do Brasil de resistir a choques externos" ao citar que o comportamento dos indicadores econômicos do País desde meados do ano passado - período que coincide com a crise imobiliária nos EUA - tem demonstrado "o acerto da política de ampliação das reservas".   Credor internacional   Um dos efeitos positivos, contudo, da decisão do BC de ampliar as reservas internacionais é que o País tornou-se em janeiro, pela primeira vez, um credor internacional. Isso significa que, se o Brasil quisesse pagar toda a sua dívida pública e mais a das empresas, ainda sobraria dinheiro. De acordo com os dados do BC, a sobra seria de US$ 6,983 bilhões em janeiro.  

Tudo o que sabemos sobre:
Banco CentralPerdas do BC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.