REUTERS/Ueslei Marcelino
REUTERS/Ueslei Marcelino

Para Azevêdo, avanço do protecionismo é uma preocupação real

O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo reafirmou a preocupação com o avanço de medidas protecionistas pelo mundo

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

20 Março 2018 | 18h59

O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, afirmou que o avanço do protecionismo é uma preocupação real no mundo.

"Nas últimas semanas, vimos o espectro do protecionismo crescendo novamente. Isso é uma preocupação real. Estou falando que todos os lados devem tentar resolver essa situação", afirmou Azevêdo, em evento da OMC em Nova Délhi.

As declarações de Azevedo ocorrem ao mesmo tempo em que há a escalada de tensões comerciais envolvendo os Estados Unidos e os exportadores de produtos siderúrgicos. O país governado por Donald Trump impôs tarifa de importação de 25% sobre o aço e 10% para o alumínio, ainda que tenha sinalizado que pode isentar da barreira o Canadá e o México, membros do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), e outras nações.

Segundo Azevêdo, mais do que nunca, é necessário fortalecer o sistema multilateral de comércio. "Devemos garantir que o sistema seja robusto e que responda às necessidades e prioridades de seus membros", disse.

O chefe da OMC convocou ainda os países-membros da organização a "encarar os problemas diante de nós". "Essa é a hora de mostrar nosso apoio ao sistema de comércio", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.