Para Banco Real, crédito continuará a crescer em 2008

O presidente do Banco Real, Fábio Barbosa, disse hoje que acredita na manutenção da trajetória de crescimento do crédito no País e no cenário positivo para os bancos brasileiros ao longo de 2008, apesar da crise do setor de hipotecas de alto risco de inadimplência (subprime) dos Estados Unidos.Conforme o executivo, a dimensão da crise de crédito nos EUA ainda não foi mapeada e certamente haverá efeitos multiplicadores. Entretanto, o crescimento da economia chinesa poderá compensar os efeitos negativos decorrentes desta crise. "Acredito numa desaceleração da economia norte-americana, que sentirá o impacto do crescimento mais lento do crédito", afirmou o executivo, que participou esta manhã do seminário Consolidação Regional e Expansão Global das Empresas Multinacionais Latino-Americanas, promovido pela Fundação Dom Cabral. "Mas os bancos brasileiros devem seguir em trajetória de crescimento e o ritmo de expansão do crédito no País não deve ser afetado", acrescentou Barbosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.