Para BC espanhol, economia deve crescer lentamente

A economia espanhola iniciou uma fase de recuperação bastante gradual que deve continuar nos próximos meses com a leve melhora na demanda doméstica, disse nesta terça-feira o presidente do Banco da Espanha, Luis Linde.

Agencia Estado

18 de fevereiro de 2014 | 12h48

O país saiu de uma recessão de nove trimestres na segunda metade do ano passado, impulsionado pelo crescimento das exportações. Linde, porém, alertou que as exportações podem sofrer pressão devido à desaceleração nos mercados emergentes.

Segundo ele, existem riscos para a recuperação. A economia da zona do euro - principal parceira comercial da Espanha - deve crescer devagar nos próximos trimestres e o crédito para famílias e empresas espanholas deve continuar apertado.

O Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 0,3% no quarto trimestre de 2013 em relação ao trimestre anterior. O governo espanhol afirmou recentemente que deve revisar para cima a atual estimativa de crescimento de 0,7% em 2014. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhaeconomiaprevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.