Para conter custos, Varig demite 100 pilotos

A Varig deu ontem mais um passo em seu programa de redução de custos operacionais com a demissão de 100 pilotos que estavam fora de atividade, informou nesta manhã o presidente do Conselho de Administração da empresa, David Zylbersztajn. Segundo ele, eram funcionários que estavam parados há dois anos e que pilotavam jatos ERJ-145, da brasileira Embraer, que eram utilizados pela subsidiária de vôos regionais Rio Sul. Esses aviões já foram devolvidos. O executivo também informou que negociações estão em curso com os sindicatos de trabalhadores do setor para uma redução de salários, permitida pela Lei de Recuperação Judicial. Pelo plano de redução de custos já largamente apresentado pela companhia, e elaborado pela consultoria Lufthansa, a Varig planeja demitir 13% de sua folha total de cerca de 12 mil funcionários, o que deverá significar em torno de 1.500 empregados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.