Para desmobilizar as Farc

Uma das campanhas que mais chamaram atenção em Cannes na semana passada surgiu da inusitada associação entre a agência Lowe, de Bogotá, e o Ministério de Defesa Nacional da Colômbia. A Lowe foi contratada no fim do ano passado para convencer guerrilheiros das "Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia", as Farc, a se desmobilizar.

LÍLIAN CUNHA, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2012 | 03h08

As Farc têm 6 mil guerrilheiros no interior do país, infiltrados na mata. O governo incentiva a desmobilização para enfraquecer a guerrilha.

A "Operación Navidad", como foi batizada, usou dois helicópteros e dois batalhões de homens para uma missão: iluminar dez árvores de 25 metros de altura no meio da selva, em regiões de concentração das Farc. Sensores de movimento foram instalados e, quando guerrilheiros passavam por perto, luzes natalinas se ascendiam. Em cada árvore, havia um cartaz, que dizia: "Se o Natal chegou à selva, você também pode chegar a sua casa. Desmobilize-se. No Natal, tudo é possível." O resultado: 331 guerrilheiros se desmobilizaram, 30% mais que no Natal de 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.