Para diretor do BC, usar IBC-Br para dizer que PIB do 2º tri foi negativo é incorreto

Segundo o diretor do BC, a projeção do BC para o PIB é a que consta no Relatório de Inflação, que é de 1,6% para 2014

Reuters

15 de agosto de 2014 | 09h22

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Hamilton Araújo, afirmou nesta sexta-feira que não é correto afirmar que a variação do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil foi negativa no segundo trimestre tendo como base o IBC-Br.

O diretor, que participa de seminário em São Paulo, afirmou que a projeção do BC para o PIB é a que consta no Relatório de Inflação, que é de 1,6% para 2014.

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) recuou 1,48% em junho sobre maio, fechando o segundo trimestre com queda de 1,20% sobre os três primeiros meses do ano e indicando que a economia brasileira pode ter entrado em recessão no primeiro semestre do ano.

(Por Patrícia Duarte)

Tudo o que sabemos sobre:
Banco CentralPIBinflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.