Para empresário, aumento dos juros dará vitória a Lula

O aumento dos juros determinado ontem pelo Copom foi a pá de cal na candidatura governista de José Serra (PSDB) e dá a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o impulso que faltava para vencer a eleição no segundo turno, disse hoje o presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq), Synésio Batista da Costa. "Se o governo queria dar a vitória para o Lula, conseguiu", disse ele, que apóia Lula.Segundo ele, tanto empresários quanto consumidores sentirão os "efeitos perversos" da medida para conter o dólar e evitar a disparada da inflação. "Os tributos, a folha de pagamento e os vencimentos continuam, mas todo o capital de giro foi transformado em produção para o final do ano. As empresas hoje não têm dinheiro e terão que correr aos bancos, que cobrarão juros mais altos por causa da medida do Copom", afirmou. "É uma brincadeira com o empresário, que trabalhou o ano inteiro para melhorar a competitividade. Na hora de colher os frutos, quando entra o 13º salário dos consumidores, vem o BC e faz isso, afasta o consumidor da loja".Na opinião dele, quando o consumidor perceber que os juros vão subir nas compras a prazo, no crediário, ficará contra o governo. "O camarada renunciou o ano inteiro a uma geladeira nova, uma televisão, um computador ou um carro. Guardou dinheiro, está esperando o 13º salário. Quando ele chegar na loja e vir que não vai dar para comprar, porque os juros estão lá em cima, ele se frustrará e ficará contra o governo", avaliou.O executivo classificou a decisão do Copom de "rasteira do governo" e disse que a política monetária "é o rabo abanando o cachorro". "É inaceitável. A política monetária tem que ser usada a nosso favor, para dar condições de produção, não para dar dinheiro a banqueiro", afirmou. Com juros mais altos, disse o presidente da Abrinq, os bancos preferem investir em papéis do governo, que é obrigado a pagar juros altos por eles, do que emprestar para empresas e correr o risco da inadimplência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.