Para FHC, não há justificativa para especulação com dólar

O presidente Fernando Henrique Cardoso disse hoje que "nada justifica" a especulação com o dólar nos últimos dias. Em discurso que fez na cerimônia de lançamento do Programa de Apoio ao Agronegócio, ele observou que essa especulação "não tem nada a ver com a economia real, nem com as contas públicas. Tem a ver, sim, com fatores externos e internos que não estão ligados ao processo produtivo". No pronunciamento, Fernando Henrique se referiu indiretamente ao programa de hoje do PT no horário eleitoral gratuito, afirmando que a oposição criticou tanto a política agrícola de seu governo e insinuando que agora ela tenta transferir para ela os ganhos obtidos com ela. Ainda em seu pronunciamento, o presidente advertiu para o risco de, em questão de meses, as conquistas alcançadas nos últimos anos - democracia, estabilidade econômica, baixa inflação, austeridade fiscal - serem destruídas rapidamente, se não houver esforço para sua preservação. "O Brasil sabe quanto custam o crescimento econômico, o bem-estar e as conquistas, mas sabe também que elas se desfazem muito rapidamente, e nós já vimos mais de uma vez elas se esboroarem", disse ele. Fernando Henrique citou números da balança comercial. "O que esse país fez nesses dois últimos anos em matéria de reversão da balança comercial é notável. ?Em dois anos demos uma volta de US$ 20 bilhões, saindo de US$ 10 bilhões de déficit para US$ 10 bilhões de superávit. É só persistir, e a famosa vulnerabilidade externa vai diminuindo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.