Para FMI, fundamentos econômicos do Brasil continuam fortes

O FMI emitiu nota afirmando que os fundamentos econômicos do Brasil "continuam a ser fortes". O comunicado foi divulgado pela porta-voz Angela Gaviria logo depois da reunião entre o diretor-gerente do Fundo, Horst Köhler, e o presidente do Banco Central do Brasil, Armínio Fraga. "O senhor Fraga e o diretor-gerente revisaram os acontecimentos econômicos recentes e concordaram que os fundamentos econômicos do Brasil continuam a ser fortes. O senhor. Fraga confirmou que o programa apoiado pelo Fundo está nos trilhos", disse a porta-voz.

Agencia Estado,

10 de julho de 2002 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.