Para Furlan, ajuste fiscal continua em 2004

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, defendeu a continuidade do ajuste fiscal em 2004 pelo governo Lula, conforme defendeu no sábado o seu colega do Ministério da Fazenda, Antonio Palocci. "Relaxar jamais", disse o ministro sobre o ajuste fiscal. Ele participa de reunião no Palácio dos Bandeirantes do Conselho Estadual de Relações Internacionais e Comércio Exterior (CERICEX).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.