Para Gates, economia global não se recupera rapidamente

O presidente da Microsoft, Bill Gates, não espera que a economia global se recupere rapidamente neste ano, e acredita que os investidores serão cautelosos nas compras de ações de empresas ligadas ao setor de tecnologia. Gates discursou na noite de ontem, no Forum Econômico Mundial, realizado em Nova York.Para Gates, os poucos sinais de melhora nas economias de Estados Unidos e Japão não são suficientes para uma previsão mais otimista. Ele acredita que esta cautela é saudável, já que as companhias serão obrigadas a operar com base nos princípios tradicionais da economia, e não suposições.Apesar de os investidores terem demonstrado mais bom senso desde 2000, quando houve o pico da Nasdaq, o capital de investimento continuou a fluir em excesso, disse o fundador da Microsoft. O retrocesso econômico do ano passado foi responsável por um bom senso ainda maior, disse Gates.Mesmo assim, ele acredita que o baixo crescimento econômico neste ano não vai mudar o ritmo que os avanços tecnológicos estão ocorrendo, já que eles representam, na maioria das vezes, economia de gastos para as empresas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.