Coluna

Fabrizio Gueratto: como o investidor pode recuperar suas perdas no IRB Brasil

Para Iedi, alta do PIB mostra o fim da recessão

O crescimento do PIB no primeiro trimestre do ano mostra que chegou ao fim a recessão iniciada nos últimos meses de 2002 e prolongada pelos dois trimestres seguintes, segundo o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi). Na avaliação da entidade, o que se debate não é mais a superação da crise, mas a intensidade e a capacidade de sustentação da recuperação.O Iedi ressalta que a recuperação do setor industrial, que teve o primeiro resultado positivo dos quatro últimos trimestres, poderia ter acontecido mais rápida e regular se o crédito e os juros tivessem sido reduzidos antes e de forma mais acentuada.De acordo com o instituto, pelo menos 50% do crescimento no primeiro trimestre estão ligados às exportações. "Foi a demanda externa a maior responsável pelo crescimento da economia brasileira", diz a nota do Iedi.O consumo das famílias contribuiu com quase nada com o PIB, na avaliação do instituto. "Isso mostra que o mercado interno ainda sente os efeitos da queda na renda e da lenta evolução do emprego", afirma a nota.

Agencia Estado,

27 de maio de 2004 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.