Para Ipea, IPCA de 0,91% não significa descontrole

O presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Glauco Arbix, avaliou hoje que a elevação do IPCA em julho não significa um descontrole inflacionário. "A inflação está sob controle mas isto não significa que não precise de ajustes permanentes", afirmou ele ao comentar o IPCA de 0,91% de julho, ante 0,78% em junho, divulgado hoje pelo IBGE. Segundo ele, a estrutura política e econômica está voltada para a inflação num patamar baixo e sob controle."Há instrumentos para o controle e sabe-se como fazer. Mas existem momentos de pressões", disse ele após o lançamento da revista "Desafios", que está sendo produzida pelo Ipea em conjunto com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). A revista será lançada em banca na próxima semana.Arbix também descartou uma possível contaminação do ambiente econômico pelas denúncias surgidas nos últimos 20 dias envolvendo os presidentes do Banco Central, Henrique Meirelles, e do Banco do Brasil, Cassio Casseb. "O País não está desgovernado ou sem rumo e não acredito que o tiroteio da área política esteja contaminando este arcabouço", disse ele. E acrescentou: "não vi anormalidade do debate que tenha extrapolado e atingido a economia. Impacto certamente tem mas o debate não está alterando o ciclo da economia".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.