Para Lula, juros vão convergir para taxas mundiais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que o futuro da taxa de juros no País é de caminhar para uma convergência com os níveis mundiais. Segundo ele, o crescimento da produtividade, a estabilidade de preços, a redução da taxa de desemprego e o maior nível de investimento são provas irrefutáveis do ciclo de expansão que o País vivencia com inflação sob controle.

ANNE WARTH E FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agencia Estado

23 de agosto de 2010 | 13h13

"O futuro da taxa de juros, certamente, é de convergência com a média mundial", afirmou Lula, durante discurso no evento organizado pela Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústria de Base (ABDIB), no Hotel Transamérica, em São Paulo. O presidente foi homenageado com o prêmio "Personalidade da Infraestrutura 2009", entregue pelo presidente da ABDIB, Paulo Godoy.

Tudo o que sabemos sobre:
jurostaxasBrasilLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.