Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Para Malan, tendência é de redução dos juros

O ex-ministro da Fazenda, Pedro Malan, fez hoje a primeira palestra após ter deixado o cargo no início deste ano, participando de uma teleconferência. Questionado se com a queda do risco Brasil e da inflação não seria o momento de reduzir a taxa de juro básica na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), nos dias 20 e 21, ele respondeu "que prefere não fazer comentários sobre juros no curto prazo, mas que a tendência é de redução de inflação". De acordo com o ex-ministro, com as reformas previdenciária e tributária estaria aberto espaço para a queda nas taxas de juros nominais e reais ao longo do tempo. Ele defendeu a manutenção do mecanismo de metas inflacionárias pelo Banco Central e disse que o País caminha para alcançar as metas a médio prazo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.