Para Olson, recessão dos EUA foi muito moderada

A recessão econômica que atingiu os EUA no ano passado provou ser "muito moderada" pelos padrões dos últimos 30 anos, disse o diretor do Federal Reserve, Mark Olson. Segundo ele, estimativas atuais mostram um crescimento econômico estável nos EUA nos últimos três trimestres de 2001, conforme medido pelo PIB. "Os gastos de consumo impediram um declínio acentuado da economia", afirmou, citando as fortes vendas de imóveis residenciais, automóveis e o contínuo crescimento nos gastos de consumo real. Essas tendências, segundo o presidente do FED, foram impulsionadas pelas baixas taxas de juros, corte de impostos e queda dos preços de energia. "Um fator importante para a perspectiva de longo prazo é que, em comparação com o início de outros períodos de recessão desde a metade da década de 1970, a economia entrou em recente desaceleração com uma taxa de inflação muito menor e um crescimento notável na taxa de produtividade", disse Olson. ?Essas duas tendências permitiram ao Fed agir rapidamente para reduzir as taxas de juro num esforço de conter a desaceleração.?Além disso, a recessão aparentemente não afetou o crescimento da produtividade. Olson também disse que no atual ambiente, os trabalhadores precisarão olhar além da formação escolar formal, pois o trabalhador de hoje deve acumular uma variedade de habilidades em sua vida profissional, tanto no trabalho e através de treinamento adicional.As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.