Para Palocci, é possível economia crescer 4% este ano

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, disse hoje que é possível que o Brasil cresça 4% este ano e que ele seja sustentável por muito tempo. "Se o Brasil crescer 3,5% este ano, já é significativo mas estamos trabalhando para que se eleve o potencial de crescimento para 4%, 4,5% , 5% ou mais".Ele afirmou que o País está crescendo há um ano e com índices cada vez maiores. "As expectativas estão sendo superadas pelo que a economia real está produzindo", disse. O ministro considera que a política econômica, ancorada nos três pilares de política fiscal, sua ação sob controle e contas externas positivas, vão levar o País a ter "um crescimento forte de longo prazo, de pelo menos uma década". Sobre a declaração que deu ao jornal Financial Times, de que o governo enviará projeto de lei dando autonomia ao Banco Central em 2005, Palocci disse que "isso não tem nada a ver com eleição". Palocci disse que o Banco Central já tem a autonomia desde a sua posse mas que, mesmo assim, considera que um projeto de autonomia seria "muito positivo".Ele admitiu que o assunto gera "algum nível de polêmica, não no governo mas na sociedade como um todo". Palocci atribuiu a autonomia na prática ao Banco Central à redução da inflação. O ministro observou também que o Congresso está se mostrando comprometido com uma agenda institucional para o crescimento, que inclui a Lei de Falências, os projetos ligados à construção civil e a reforma do Judiciário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.