Para setor de etanol, aumento da gasolina decepciona

O presidente do Fórum Nacional Sucroenergético, André Rocha, avaliou que as altas de 3% da gasolina e de 5% do diesel anunciadas nesta quinta-feira, 6, pela Petrobrás são "duas notícias ruins" para o setor produtivo de etanol. "O aumento é aquém do esperado para a gasolina e não corrige as distorções da Petrobras. A alta no diesel implica em um aumento muito grande no custo do setor que vai ser maior do que qualquer ganho de competitividade com esse pequeno aumento da gasolina", disse o executivo da entidade que reúne todas as entidades do setor.

GUSTAVO PORTO, Estadão Conteúdo

06 de novembro de 2014 | 20h23

Na avaliação de Rocha, a expectativa do setor produtivo de etanol é de que houvesse um aumento maior da gasolina e menor no diesel. Ainda segundo ele, é controversa a avaliação de que o impacto na inflação é maior com a alta na gasolina do que a do diesel, o que justificaria um reajuste maior para o diesel. "Essas fórmulas deveriam ser revistas, porque o diesel impacta nos custos de produção e cria um efeito cascata que pode não ter impacto num primeiro momento, mas que chegará ao consumidor final", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.