Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Para Trabuco, 2012 será 'desafiador' para os bancos

Para o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, os bancos podem ter queda de margens no próximo ano. "O ano de 2012 não será um ano difícil, será um ano desafiador para os bancos", disse o executivo à imprensa ontem. Trabuco destaca que a crise lá fora traz incertezas, mas que o cenário aqui no Brasil é de crescimento da economia e queda dos juros. A própria redução da taxa de juros básica é um dos fatores que contribuem para pressionar as margens dos bancos, de acordo com ele.

O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2011 | 03h02

Sobre o projeto de internacionalização do Bradesco, Trabuco destacou que o foco do banco é o Brasil e o mercado interno. "Abrimos uma agência em Tailândia em novembro. Na cidade de Tailândia no Pará", brincou o executivo. Para 2012, Trabuco prevê o que mercado bancário ganhe 6 milhões de novos clientes, graças ao aumento do nível de emprego e da renda da população.

Domingos Figueiredo de Abreu, vice-presidente executivo do banco, prevê que o crédito deve crescer pelo menos 15% em 2012, puxado pelo consumo e pelas pessoas jurídicas. / A.S.J.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.