Para UE, não é o melhor momento para disputa agrícola com Brasil

A União Européia (UE) alertou ao Brasil, em uma reunião em Genebra, que não é o melhor momento para se abrir uma disputa no setor agrícola entre os dois países. O Brasil planeja recorrer à Organização Mundial do Comércio (OMC) nos próximos dias contra os subsídios ao açúcar dados pela UE, mas a negociadora chefe de Bruxelas, Mary Minch, ressalta que um processo como esse pode atrapalhar as negociações da Rodada da OMC, lançadas em Doha em novembro. Os europeus ainda ameaçam entrar com um processo contra o Próalcool, caso o Brasil siga em frente com a idéia de se queixar à OMC. Bruxelas alega que o programa confere subsídios ilegais aos produtores brasileiros. Mas em Genebra, tanto o embaixador brasileiro Luiz Felipe Seixas Correa como o secretário de produção do Ministério da Agricultura, Pedro Camargo Neto, garantem que não vão desistir da disputa. "O Próalcool está 100%", afirma Camargo Neto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.