Paraguai tem interesse em tecnologia de biocombustíveis

O ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, que participa nesta terça-feira, no Itamaraty, de discussão sobre pauta energética da reunião do Mercosul, disse que o Paraguai está interessado na tecnologia brasileira de produção de biocombustíveis. Segundo ele, a questão do biocombustível é um dos temas em discussão durante a reunião de cúpula do Mercosul, que começa na próxima quinta-feira, no Rio de Janeiro.Ao sair do prédio do Ministério de Minas e Energia, o ministro informou que será discutida com os paraguaios a possibilidade de haver transferência de tecnologia e de experiência brasileira para o Paraguai. "Eles têm muita soja, o biodiesel pode ser uma oportunidade importante para agregar valor à soja deles. Além disso, o Paraguai hoje é importador de diesel."Rondeau disse também que além da transferência de tecnologia, investidores brasileiros poderiam atuar no Paraguai na produção de biodiesel. Rondeau informou também que outro tema a ser discutido na reunião dos países do bloco é o projeto do super gasoduto do sul. Esse duto, se for construído, ligará Venezuela à Argentina, passando pelo Brasil.Outro tema que será discutido na reunião é a interconexão elétrica entre Brasil e Uruguai, com a construção de uma linha de transmissão de energia para unir Brasil e Uruguai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.