Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Paraná adere à manifestação do setor rural

Os agricultores paranaenses aderiram à manifestação do setor rural e, como o prometido, fecham vários trechos de rodovias no Estado nesta terça-feira. O ato é mais forte no oeste e noroeste, mas ainda não há dados oficiais sobre a mobilização. Em Maringá, todos os acessos à cidade estão com bloqueios. Na maioria dos trechos, a interrupção do tráfego é feita por cerca de uma hora e depois há a liberação dos carros. Em seguida, o bloqueio é retomado. Como solidariedade, diversas prefeituras do Estado realizam apenas os serviços essenciais, enquanto lojistas prometem fechar as portas por algumas horas em apoio. Na manhã desta terça, o governador Roberto Requião (PMDB), em discurso, manifestou solidariedade ao movimento. Os agricultores pedem alterações nas políticas agrícola, monetária e cambial, além de maior prazo para pagamento de dívidas. Campo Grande e Presidente PrudenteAinda nesta terça, produtores rurais de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e Presidente Prudente, interior de São Paulo, também manifestam seu descontentamento com a política governamental ao setor. Um grupo de produtores rurais se preparavam, por volta das 9 horas, para interditar a rodovia SP-300, conhecida como Marechal Rondon, na região de Presidente Prudente, interior de São Paulo. Quase 500 cavalos e 400 veículos entre máquinas agrícolas, caminhões, automóveis e utilitários se concentraram no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande, por volta das 9 horas, onde uma multidão de produtores rurais aguarda o momento da realização da maior manifestação do gênero no Estado. Eles realizarão durante toda a manhã a carreata e cavalgada pelas principais ruas da cidade, ficando concentrados na Praça do Rádio Clube, na Avenida Afonso Pena, centro da capital.

Agencia Estado,

16 de maio de 2006 | 09h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.