coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Paraná vai inaugurar terminal público de álcool

Produto será armazenado em tanques, com capacidade para 37,5 milhões de litros, no bairro Vila da Madeira

Evandro Fadel, do Estadão,

22 de outubro de 2007 | 16h24

O governo do Paraná vai inaugurar na terça-feira, 23, em Paranaguá, no litoral do Estado, o primeiro terminal público de álcool do País. O objetivo é oferecer uma alternativa que reduza os custos para os exportadores de álcool que utilizam o Porto de Paranaguá. A solenidade deve contar com a presença do ministro dos Portos, Pedro Brito, e do governador Roberto Requião (PMDB). Os recursos de R$ 13,7 milhões investidos na obra saíram dos cofres da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa).   O álcool será armazenado em tanques, com capacidade para 37,5 milhões de litros, que ocupam atualmente 32 mil metros quadrados no bairro Vila da Madeira. O terreno possui ainda 33 mil metros quadrados, onde poderão ser instalados novos tanques. Os navios podem ser descarregados e recarregados em 48 horas, o que permite atendimento de até 15 navios por mês. No local foram instaladas balanças, salas de operação e laboratório. O terminal liga-se ao cais público por dutos de aço.     A expectativa é que as indústrias de álcool do Estado utilizem o Porto de Paranaguá para exportar o produto. O Paraná possui 22 indústrias de álcool e açúcar e outras sete que produzem apenas álcool. No ano passado, foram responsáveis pela exportação de 270 milhões de litros de álcool. Para este ano, a previsão é de exportar 450 milhões de litros. O Estado tem 512 mil hectares com cana-de-açúcar.

Tudo o que sabemos sobre:
Álcool

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.