Coluna

Fabrizio Gueratto: como o investidor pode recuperar suas perdas no IRB Brasil

''Parei de pagar e vou à Justiça. Quero meu dinheiro de volta''

Simone Leinhardt: assistente financeira

, O Estadao de S.Paulo

21 de março de 2009 | 00h00

O imóvel adquirido em junho de 2008 era o sonho da independência para a assistente financeira Simone Leinhard, 36 anos. Segundo a construtora Morar, o empreendimento Bosque do Ipê, em São Paulo, começaria a ser construído em novembro de 2008 e seria entregue em outubro deste ano. Mas, até hoje, só há mato no terreno onde deveria haver obras. "Este mês parei de pagar as parcelas de R$ 700 e vou entrar na Justiça. Só quero meu dinheiro de volta." Segundo ela, a empresa afirmou que faltava uma licença ambiental para começar a construir o empreendimento, formado por 11 torres de cinco andares. No último contato com a compradora, a Mudar informou que as obras começarão em julho. Em entrevista, a empresa afirmou que a obra iniciará em abril e será entregue em abril de 2010, portanto, no prazo de carência contratual. "São obras rápidas", diz o presidente Augusto Martínez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.