Paris e Frankfurt sobem com notícias da China e da Grécia

Última semana do ano começa com os mercados em alta na Europa, mas volume de negócios ainda é fraco

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

28 de dezembro de 2009 | 09h03

A última semana do ano começa com os mercados em alta na Europa, com Paris e Frankfurt nos maiores níveis em 14 meses, em reação a notícias favoráveis da semana passada como a aprovação do orçamento de 2010 na Grécia e a elevação da estimativa de crescimento da China em 2008. O volume de negócios, porém, é fraco, especialmente com a Bolsa de Londres fechada devido a um feriado.

 

O noticiário desta segunda-feira, 28, também traz notícias positivas, como a produção industrial no Japão, que subiu 2,6% em novembro ante outubro.

Na sexta-feira passada, 25, o Escritório Nacional de Estatísticas da China informou que o Produto Interno Bruto do país em 2008 foi de 31,405 trilhões de yuans, cerca de US$ 4,52 trilhões com base no câmbio da época e por volta de 4,5% acima da estimativa original de 30,067 trilhões de yuans. O crescimento econômico real no ano passado foi elevado para 9,6%, de 9%.

 

Segundo o escritório, a revisão não deve alterar muito os números de crescimento de 2009 porque serão incluídas novas partes da economia nos cálculos deste ano. Mas as revisões oferecem uma base estatística mais elevada para a economia em 2009 e possivelmente significam que a China vai superar o Japão como segunda maior economia do mundo mais rapidamente. A economia japonesa totalizou US$ 4,91 trilhões em 2008.

 

Também na semana passada, o Parlamento da Grécia aprovou o orçamento do governo socialista de 2010, que pretende cortar o déficit fiscal do país por meio da combinação de 8 bilhões de euros em redução de gastos e elevação de impostos. A Grécia tem estado sob intensa avaliação desde que divulgou há dois meses um déficit orçamentário acentuado, que deve atingir 12,7% do PIB este ano. O orçamento de 2010 visa diminuir o déficit para 9,1% do PIB no próximo ano.

 

As ações de empresas gregas estão em alta, com destaque para Piraeus Bank, Alpha Bank e a operadora de loteria OPAP, que subiam mais de 2% nesta manhã.

 

Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 está acima da máxima de fechamento em 14 meses de 3.912,73 pontos, atingida em 24 de dezembro. Em Frankfurt, o índice DAX também opera em níveis não vistos desde outubro de 2008.

 

Às 8h50 (de Brasília), a Bolsa de Paris avançava 0,68% e Frankfurt subia 0,75%. Nos futuros de Nova York, o Nasdaq 100 tinha alta de 1,05% e o S&P 500 ganhava 0,49%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaEuropaaçõesÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.