finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Parlamentares da UE adiam voto sobre supervisor bancário

Os parlamentares europeus adiaram uma votação importante sobre a criação de um supervisor único para os bancos da União Europeia em meio a uma disputa sobre a extensão dos direitos do Parlamento para pedir informação da nova agência.

Agencia Estado

10 de setembro de 2013 | 15h52

O movimento pode levar a mais atrasos para o mecanismo de supervisão única, a primeira etapa do ambicioso projeto de união bancária da região e uma pedra angular dos esforços da zona do euro para superar a crise da dívida de três anos de idade.

Os parlamentares votaram ontem para adiar o voto final sobre o supervisor único em dois dias, para quinta-feira, à medida que pressionam por um papel maior na supervisão da nova agência, disse Sven Giegold, membro do Parlamento Europeu, que está conduzindo a legislação no Parlamento, disse em entrevista.

Se os parlamentares não votarem nesta semana, a próxima oportunidade só ocorrerá no final de outubro, quando o Parlamento se reúne para a sua próxima sessão plenária. Se for aprovada por maioria simples dos parlamentares, a legislação entraria em vigor após cerca de dois meses, tempo durante o qual normalmente seria carimbado pelos ministros dos estados membros, traduzida em várias línguas da região e publicada no Jornal Oficial da União Europeia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
UEsupervisor bancário

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.