Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Parlamento da Grécia aprova plano de austeridade em voto preliminar

Resultado é visto como sinal positivo para a aprovação final do projeto na quinta-feira; onda de protestos tomou conta do país

Regina Cardeal, da Agência Estado,

19 de outubro de 2011 | 16h28

O Parlamento da Grécia aprovou em votação preliminar nesta quarta-feira a legislação contendo as novas medidas de austeridade que o governo deve adotar para receber ajuda nova dos credores internacionais e evitar um default. Segundo a Dow Jones, a medida foi aprovada com o voto de 154 parlamentares, enquanto 141 votaram contra.

O voto preliminar é visto como um sinal positivo para a aprovação final do projeto na quinta-feira. A votação é um teste importante para o Partido Socialista, no poder. O governo detém uma maioria de 154, das 300 cadeiras do Parlamento.

A legislação, que prevê cortes de vagas e salários do funcionalismo, redução em aposentadorias e direitos de barganha dos trabalhadores, entre outras coisas, havia provocado uma crise interna no partido.

Nesta quarta-feira, mais de 100 mil pessoas marcharam pelas ruas de Atenas para protestar contra as novas medidas de austeridade.

  As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
GréciacriseEuropaausteridade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.