Parlamento Europeu aprova italiano Mario Draghi para comandar BCE

Italiano, de 63 anos, será submetido ainda a aprovação dos chefes de governo dos países da Europa, que se reúnem nesta quinta-feira em Bruxelas

Agência Estado,

23 de junho de 2011 | 10h12

O Parlamento Europeu aprovou Mario Draghi para a presidência do Banco Central Europeu (BCE) nesta quinta-feira, 23, em substituição a Jean-Claude Trichet que termina seu mandato no final deste ano. Trichet esteve no comando do BCE desde 2003. O italiano, de 63 anos, será submetido ainda a aprovação dos chefes de governo dos países da Europa, que se reúnem nesta quinta-feira em Bruxelas.

A nomeação formal de Draghi pode, no entanto, ser atrasada pelo impasse entre a França e a Itália, segundo autoridades do governo francês. Paris quer garantias de que o conselho de governadores do BCE tenha apenas um italiano e que o atual assento ocupado pelo italiano Lorenzo Bini Smaghi seja cedido para um francês, após Draghi assumir a presidência da instituição. Atualmente, a França não possui um representante no conselho de governadores do BCE. As informações são da Dow Jones.

Italiano será submetido ainda a aprovação dos chefes de governo    foto:Francois Lenoir/Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.