Parlamento italiano aprova compacto fiscal e ESM

A Câmara dos Deputados da Itália aprovou nesta quinta-feira o compacto fiscal da União Europeia (UE) e o Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (ESM), dando a autorização parlamentar final após a votação do Senado na semana passada.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h36

O compacto fiscal torna mais severas as regras orçamentárias e as duas decisões tomadas nesta quinta-feira finalizam a aprovação parlamentar italiana de dois dos principais instrumentos cujo objetivo é combater a crise da dívida do bloco.

A implementação do ESM, que a Itália espera que seja usado para estabilizar os mercados de títulos e conter as fortes altas em seus custos de empréstimo sem a necessidade de um resgate completo, dependerá da decisão da Corte Constitucional da Alemanha em setembro.

(Reportagem de Giuseppe Fonte)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROITALIAAPROVAPACTOATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.