Participação da Varig no mercado doméstico cai para 10%

A participação da Varig no mercado doméstico caiu para 10,51% em junho, quase 4 pontos porcentuais a menos do que em maio (14,4%). No mercado internacional, a empresa, que há poucos meses tinha 80% de participação, viu sua fatia cair para 53,8%. Enquanto isso, TAM e Gol vêm crescendo na mesma proporção. A TAM conquistou 47,64% do mercado em junho (ante 45,64 em maio) e a Gol, 35,05% (ante 33,64% em maio). Já a BRA se beneficiou muito pouco da crise da Varig e praticamente não cresceu no último mês. A empresa ficou com 3,78% do mercado, contra 3,54% em maio.No mercado internacional, a TAM já conta com 37,91% do movimento das linhas internacionais, acima dos 17,75% registrados em junho de 2005 e dos 28,6% de maio. A Gol subiu de 2,06% para 5,61% do mercado em 12 meses - em maio, a empresa estava com 4,47%. A BRA, que opera vôos fretados e acaba de inaugurar vôos para Lisboa e Madrid, tem 2,4% do mercado internacional.Com aviões parados por falta de manutenção e dinheiro para pagar aluguéis, a Varig viu sua oferta de assentos despencar nos últimos meses. Na comparação com junho do ano anterior, a oferta da empresa no mercado doméstico caiu 45,3%. No mesmo período, o número de passageiros transportados caiu 47,4%. Somando os mercados doméstico e internacional, a Varig transportou 1,112 milhão de passageiros por quilômetro em junho. Número inferior ao transportado pela Gol apenas no mercado doméstico: 1,155 milhão. No internacional a Gol transportou 79,8 mil passageiros. Nos dois mercados, a TAM transportou 2,1 milhão de passageiros no período.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.