Participação de investidores no mercado imobiliário cai para 37%

Número é o menor da série histórica do raio X FipeZap; parcela refere-se a quem adquiriu apartamento com o objetivo de revender ou alugar

Heraldo Vaz, Especial para O Estado, O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2015 | 02h08

A participação de investidores no mercado caiu para 37%, a menor da série histórica do raio X Fipezap, que traz perfil dos compradores de imóveis. A parcela refere-se a quem adquiriu apartamento com objetivo de revender ou alugar.

Realizada a cada três meses, a pesquisa ouviu 1.564 pessoas em abril. O cenário, segundo o estudo, é desafiador para as empresas do setor: pela primeira vez, mais de 50% dos entrevistados apostam na queda de preço dos imóveis nos próximos 12 meses. Essa percepção deve retardar opções de compra.

Para 75%, os imóveis estão "caros" ou "muito caros", segundo o raio X, uma parceria do portal Zap e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O desconto médio dos negócios fechados no último período de um ano foi de 7,5%.

O índice Fipezap, que acompanha a venda de imóveis em 20 cidades, registrou nova queda real em maio. O aumento de 0,16% foi inferior à inflação de 0,74%. No acumulado de 12 meses, ficou em 4,91% contra 8,47% do IPCA. Pela primeira vez, o Fipezap mostrou variação negativa no Rio de Janeiro, que tem o m² mais caro do País (R$ 10,6 mil), seguido por São Paulo (R$ 8,6 mil).

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    top imobiliário

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.