seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Passageiro da Varig terá documento de orientações

O diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Ricardo Morishita, informou nesta quinta-feira que os órgãos de Defesa do consumidor e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decidiram no mesmo dia elaborar um documento conjunto com orientações às pessoas que compraram passagens aéreas da Varig.Esse documento será distribuído às Procuradoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procons) e trará as orientações que devem ser passadas aos usuários que tiverem problemas de vôos cancelados, passagens não atendidas ou com dificuldades de atendimento atendidas. "Os cancelamentos de vôos trazem muitos transtornos para os consumidores tanto aqui no País como no exterior. E é importante que eles tenham informação e sejam tratados com respeito", disse Morishita .O diretor informou ainda que fez uma reclamação formal à Anac de denúncias recebidas pelos Procons de que a Varig continuaria vendendo bilhetes aéreos em vôos que já foram cancelados. "Isso é inaceitável", afirmou o diretor relatando que a Anac se comprometeu a esclarecer essa situação ainda hoje com o administrador judicial da empresa.Vôos cancelados Em nota distribuída na última quarta-feira, a companhia anunciava a suspensão por tempo indeterminado dos seguintes trajetos: Milão, Munique, Madri, Paris, Nova York, Miami, Los Angeles, Cidade do México, Montevidéu, Assunção e Bogotá. Mesmo assim, passagens aéreas com saída do Aeroporto Internacional de Guarulhos para esses destinos já podem ser compradas pelo no site ou pelo telefone de atendimento da Varig, após o vencimento desta suspensão, conforme apurou na última quarta-feira o Portal Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.