Patinete: esperança de vendas

As vendas de brinquedos, mesmo com a proximidade do Dia da Criança, estavam até ontem abaixo da expectativa dos lojistas. A queixa das redes especializadas é sobre o movimento fraco e a queda do tíquete médio de venda em relação ao período equivalente no ano passado. O único produto que tem feito sucesso, dizem, é a patinete. A Ri Happy, por exemplo, rede com 51 lojas, esperava um crescimento de vendas este ano de 4% a 5% em relação ao Dia da Criança do ano anterior, mas o diretor da rede, Ricardo Sayon, já refez sua estimativa. "O faturamento deve ser o mesmo do ano passado", diz. O tíquete médio de compras para a data, na Ri Happy, que em 1999 era de R$ 37,00, caiu este ano para R$ 32,00. Para Sayon, houve uma perda do poder aquisitivo do consumidor, e a venda também estaria muito pulverizada, com os produtos acumulando baixo valor agregado.Na PB Kids, outra rede especializada em brinquedos, os números também estão sendo revistos. A intenção era a de vender 20% a mais em volume e aumentar em 8% o faturamento. "Em volume, se vendermos de 5% a 6% a mais, já estaremos felizes", diz o diretor da empresa, Carlos Cinermann, ressaltando que o único bom resultado de vendas até agora foi com a venda de patinete. Liminar na justiçaPara compensar os resultados aquém do esperado, ele entrou com uma liminar na Justiça para abrir suas lojas no feriado do dia 12. "Vamos tentar investir na compra de última hora." Na Brinquedos Laura, as vendas estavam, até domingo, cerca de 10% menores do que o estimado e o tíquete médio, que era de R$ 40,00 no ano passado, havia caído para R$ 35,00. "Esperamos uma recuperação até o Dia da Criança", diz o diretor da Brinquedos Laura, Eduardo Pedro. Sua expectativa é alcançar um resultado entre 3% e 5% superior ao do ano passado. Até o momento, segundo ele, a procura estaria concentrada nas patinetes. No site Submarino, o campeão de vendas também é a patinete ou scooter, com cerca de 1.800 unidades comercializadas entre setembro e outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.