-15%

E-Investidor: como a queda do PIB afeta o mercado financeiro

Patrimônio líquido dos americanos caiu em 2008 pela 1ª vez em seis anos

O patrimônio líquido dos americanos caiu em 2008 pela primeira vez em seis anos, com o declínio do valor das moradias e dos portfólios em bolsa. Os dados são Federal Reserve (Fed, o BC americano), segundo notícia do Wall Street Journal.Os ativos das famílias caíram 15% em 2008, para US$ 65,7 trilhões, em números não ajustados pela inflação, ante declínio de menos de 1% no passivo total, para US$ 14,2 bilhões. O patrimônio líquido das famílias - diferença entre ativo e passivo - ficou em US$ 51,5 trilhões, queda de US$ 11,2 trilhões, ou quase 18%, ante 2007. Isso leva o patrimônio das famílias a níveis anteriores a 2004. Os dados do Fed sinalizam o fim de uma era onde os americanos gastaram com o olhar nos ativos crescentes - casas, fundos de pensão, ações. Conhecido por "efeito riqueza", os economistas calculam que os americanos gastam mais US$ 0,05 a cada dólar ganho. Agora, conforme os ativos encolhem, os gastos também diminuem.Em 2008, o crédito hipotecário caiu para US$ 10,5 trilhões, a primeiro queda desde que o Fed começou a seguir o dado, nos anos 50. Mas outros créditos ao consumidor cresceram quase 2%, para US$ 2,6 trilhões. A dívida das famílias cresceu 0,5%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.