Paulistanos prometem gastar mais com presentes das mães

Os paulistanos devem ser mais generosas com o presente das mães neste ano. O preço médio do presente deve ficar em R$ 43,91, contra R$ 34,22 do ano passado, o que significa um aumento de 21% sobre o ano passado, já descontada a inflação, de acordo com sondagem da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP) com 800 consumidores.Dos entrevistados, 87% afirmaram que vão comprar alguma coisa. No ano passado, eram 58,28%. A maioria (65,9%) tem preferência pelo pagamento à vista. A opção pelo uso de cartões deve se manter estável, enquanto que os cheques pré-datados e os carnês devem ser pouco escolhidos. Segundo a assessoria econômica da entidade, os sinais de reaquecimento da economia associados ao apelo da data explicam o maior entusiasmo do consumidor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.