Paulson estuda comprar ações de bancos, diz Casa Branca

Segundo porta-voz da Presidência dos EUA, secretário do Tesouro considera fazer injeções diretas de capital

Reuters,

09 de outubro de 2008 | 13h15

O secretário do Tesouro norte-americano, Henry Paulson, está "considerando ativamente" injeções de capital nos bancos com problemas, afirmou nesta quinta-feira, 9, a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino.   Veja também: FMI age para garantir crédito a emergentes   Após socorro aos bancos, Lula deve ampliar apoio à agricultura Em meio à crise, Mantega e Meirelles adiam viagem aos EUA Confira as medidas já anunciadas pelo BC contra a crise Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Ajuda de BCs mostra que crise é mais grave, diz economista Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise Entenda o pacote anticrise que passou no Senado dos EUA  A cronologia da crise financeira  Veja como a crise econômica já afetou o Brasil  Entenda a crise nos EUA    O Tesouro planeja começar a injetar diretamente capital nos bancos do país no fim de outubro, dentro de um programa que envolveria inversões passivas, segundo uma fonte do mercado financeiro familiarizada com o assunto.   Além de comprar ativos podres das instituições com problemas, o Tesouro quer injetar capital em troca de ações comuns e preferenciais, o que, na prática, significaria a estatização parcial dos bancos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.