PDVSA e China assinam acordos no setor de petróleo

A Venezuela e a China assinaram uma série de acordos durante o fim de semana, que incluem um entendimento sobre o desenvolvimento conjunto de um campo de petróleo na Venezuela e outro para construir a primeira de três refinarias chinesas. O acordo para a refinaria se refere a uma unidade de refinamento de 400 mil barris diários, com 40% de controle da Petróleos de Venezuela (PDVSA) e 60% da China.Depois de realizados os estudos necessários, a unidade irá produzir diesel com as especificações euro 4 (um novo padrão de emissão de gases) e aqueles convenientes ao mercado chinês, de acordo com comunicado da PDVSA. Também serão processados gasolina, enxofre e outros produtos.Separadamente, a PDVSA e a China National Petroleum Company (CNPC) assinaram um acordo para que as duas companhias criem uma associação (joint venture) para desenvolver um campo no bloco 4 de Junin, na bacia do Orinoco, na Venezuela.A Venezuela, que é o maior fornecedor de petróleo bruto para os Estados Unidos, tem enviado 398 mil barris de petróleo por dia para a China. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.