PDVSA e Enarsa vão operar petrolífera argentina Rhasa

As companhias estatais de petróleo da Venezuela (PDVSA) e da Argentina (Enarsa) assinaram um acordo para operar, conjuntamente, a petrolífera argentina Rhasa (Rutilex Hidrocarbonetos Argentinos S.A), com uma opção de comprá-la no futuro, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira pela agência oficial de notícias Télam.PDVSA e Enarsa vão pagar um aluguel mensal de US$ 1,3 milhão até janeiro de 2008, quando terão a possibilidade de comprar os ativos de Rhasa, avaliados atualmente em US$ 31,3 milhões.Entre esses ativos estão uma refinaria com capacidade de processar sete mil barris de petróleo por dia, e 140 postos de serviço. O acordo foi assinado, na quarta-feira, pelos ministros de Planejamento, Julio De Vido, da Argentina, e de Energia, Rafael Ramírez, da Venezuela, no Rio de Janeiro, onde é realizada a reunião de Cúpula do Mercosul. "A intenção é que esta sinergia sirva para fazer crescer a companhia, melhorando seus lucros e criando novos pontos de venda", disse De Vido à Télam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.