PDVSA pode ficar fora de refinaria em Suape

É cada vez mais forte a chance de a petroleira venezuelana PDVSA ficar de fora da composição acionária da Refinaria Abreu e Lima, que será construída pela Petrobrás no Porto de Suape, em Pernambuco. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse ontem que há vários obstáculos impedindo o andamento das negociações para que seja assinado o acordo definitivo para o empreendimento e a data-limite é 17 de fevereiro. Segundo o ministro, o maior impedimento é o desejo da Venezuela de distribuir no mercado consumidor do Nordeste sua parcela de diesel processada na refinaria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.