Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Pecuarista estranha lista

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), o pecuarista Pedro de Camargo Neto, disse estranhar o fato de a maioria das propriedades autorizadas a exportar carne para a União Européia ser de Minas Gerais. ''''Tudo é muito estranho. Não sei se houve um critério de escolha. É difícil entender o que esse ministério faz. Cada dia tenho uma surpresa com eles.''''Para Camargo Neto pode ser que o governo tenha decidido concentrar a escolha numa região pelo volume de carne produzido. ''''Como 106 fazendas produzem muito pouca carne, se for levado em conta o tamanho médio das propriedades no Brasil,pode ser que eles decidiram, por lógica comercial, concentrar a lista em um único lugar, que seria atendido por um frigorífico'''', observou. ''''Mas não sei se essa escolha teria lógica política.'''' Ele contesta também porque o governo preferiu Minas e não Mato Grosso ou outro Estado.

O Estadao de S.Paulo

29 de fevereiro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.