PED: cartão eletrônico para transporte público

Os conselheiros do Programa Estadual de Desestatização (PED) aprovaram há hoje a criação do Metropass, um cartão eletrônico pessoal que poderá ser utilizado para os usuário dos sistemas de transporte controlados pelo governo do Estado de São Paulo. O cartão poderá ser utilizado para os trens da Companhia Paulista de Transporte Metropolitano (CPTM), para o metrô e para os ônibus da frota estadual, segundo o secretário de Planejamento de São Paulo e presidente do PED, André Franco Montoro Filho.Segundo Montoro, a medida deverá beneficiar cerca de 4 milhões de pessoas da região metropolitana de São Paulo. Pelo novo sistema, o usuário terá um cartão personalizado, com um código barras, que poderá ser recarregado em postos instalados nas estações de trem da CPTM, no Metrô, ou em terminais rodoviários da Empresa Municipal dos Transportes Urbanos (EMTU).A proposta apresentada pela Secretaria de Transportes Metropolitanos diz que a receita acumulada com as vendas e recarregamentos dos cartões serão gerenciadas pela EMTU. Posteriormente, cada empresa receberá um valor por usuário atendido, conforme uma tabela de preços. Para criar e implementar o sistema, a Secretaria de Transportes Metropolitanos estima que serão necessários investimentos da ordem de R$ 70 milhões.Sistema deve entrar em operação em 2002O Metropass deverá entrar em atividade no segundo semestre de 2002. Esta é a previsão dos conselheiros do PED. De acordo com o secretário de Planejamento do Estado de São Paulo, uma audiência pública para debater o novo sistema deverá ser marcada para o próximo mês. O cronograma de implementação do novo sistema prevê para janeiro do próximo ano a publicação do edital de concorrência pública para a apresentação de propostas de criação e do fornecimento dos equipamentos necessários. A contratação do vencedor da licitação deverá ocorrer em abril de 2001 e a operação teria início em junho ou julho de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.