Pedágio da SP-070 cai 41,5% a partir de amanhã

A Ecopistas, empresa controlada pelo grupo EcoRodovias, assinou hoje com o governo de São Paulo o contrato de concessão para administração e operação do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-070), que liga a capital paulista a Taubaté, no interior do Estado. Com isso, a partir da zero hora desta quinta-feira, 18 de junho, o custo para ir e voltar da viagem de São Paulo a Taubaté será de R$ 15,80, 41,5% a menos do que a tarifa vigente hoje (R$ 27,00), segundo a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

MICHELLY CHAVES TEIXEIRA, Agencia Estado

17 de junho de 2009 | 18h58

Em comunicado, a Ecopistas diz que investirá cerca de R$ 900 milhões até o final da concessão, em obras e melhorias nos serviços de apoio aos usuários. Com vigência de 30 anos, o contrato prevê aporte financeiro inicial, nos primeiros cinco anos, de cerca de R$ 500 milhões que serão utilizados na construção de 11 quilômetros de pistas marginais na Rodovia Ayrton Senna, no prolongamento da Rodovia Carvalho Pinto em 6,8 quilômetros de extensão até Taubaté e em melhorias nas rodovias e serviços prestados.

Tudo o que sabemos sobre:
rodoviasSPpedágio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.