Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Pedido de execução de hipotecas nos EUA é 3º maior em 4 anos

Aumento foi de 30% em relação ao mês anterior; número maior ocorre em regiões de enorme boom imobiliário

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

12 de março de 2009 | 12h15

Cerca de 290 mil propriedades - uma em cada 440 - entrou na lista de pedido de execução de hipotecas em fevereiro, cerca de 30% acima do mesmo mês do ano passado, informou a consultoria RealtyTrac. Este total, 6% superior ao volume de janeiro, é o terceiro maior desde que as informações começaram a ser colhidas pela RealtyTrac, em 2005, seguindo-se aos recordes de agosto e dezembro de 2008. Os pedidos de execução de hipotecas são preenchidos após o vencimento de um período de moratória.  Veja também:De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  "Não estamos obtendo progresso", disse o vice-presidente sênior do RealtyTrac, Rick Sharga. "Vimos forças artificiais, basicamente, tornando a situação mais confusa", acrescentou, referindo-se a programas de extensão do período de moratória que têm sido aplicados.  O relatório do RealtyTrac mostrou que na Flórida, após a conclusão de uma moratória voluntária de 45 dias, ao final de janeiro, a atividade de execução de hipotecas aumentou 14% em relação ao mês anterior. O fim da extensão de 90 dias de várias moratórias em Nova York provocou disparada de 23% nas execuções em fevereiro, diz o relato.  Estes números indicam, portanto, a possibilidade de aumento nas execuções durante este ano. O período de suspensão dos pedidos de execução de hipotecas pelo JPMorgan deve acabar amanhã. O Bank of America disse que está ampliando seu programa de suspensão de pedidos de execução de hipotecas por mais uma semana. Para Sharga, próximo de 3 milhões de mutuários deverá receber aviso de execução de suas hipotecas este ano, metade delas resultando em devolução das residências aos bancos.  Não surpreendentemente, o volume maior de execuções acontece em regiões de enorme boom imobiliário. Em Las Vegas, uma em cada 60 unidades recebeu aviso de execução da hipoteca, conferindo à cidade a taxa de execução mais elevada entre as regiões metropolitanas dos Estados Unidos e sete vezes superior à média nacional. Cape Coral-Fort Myers, Flórida, vem em seguida, com uma execução a cada 65 propriedades. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
HipotecasexecuçãoEUAcrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.