Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem fortemente

O número de novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caiu pela quarta semana seguida na semana passada, apontando para uma recuperação estável no mercado de trabalho.

Reuters

13 de dezembro de 2012 | 11h52

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 29 mil, para 343 mil segundo dados ajustados sazonalmente, informou nesta quinta-feira o Departamento do Trabalho. O número da semana anterior foi revisado para mostrar 2 mil pedidos a mais do que o previamente reportado.

A queda da semana passada colocou os novos pedidos no menor nível desde a semana do dia 6 de outubro, e bem abaixo de níveis vistos pouco antes da supertempestade Sandy, que assolou a Costa Leste dos Estados Unidos e disparou várias semanas de números voláteis neste indicador.

A média móvel de quatro semanas para novos pedidos, considerada como uma medida melhor das tendências do mercado de trabalho, caiu em 27 mil, para 381.500. Esse foi o menor nível desde a semana encerrada em 3 de novembro.

(Reportagem de Jason Lange)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUADESEMPREGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.