Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem para menor nível em 2 meses

O número de novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caiu na semana passada para o menor nível em dois meses, um sinal de esperança para o mercado de trabalho que tem sofrido para ganhar impulso nos últimos meses.

Reuters

27 de setembro de 2012 | 09h45

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 26 mil, para 359 mil, o menor nível desde julho, segundo dados ajustados sazonalmente, informou nesta quinta-feira o Departamento do Trabalho.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que os pedidos caíssem para 378 mil na semana passada.

A média móvel de quatro semanas, considerada uma medida melhor da tendências do mercado de trabalho, subiu em 4,5 mil, para 374 mil, encerrando cinco semanas consecutivas de alta.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODESEMPREGOEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.