Pedidos de auxílio-desemprego sobem acima do esperado nos EUA

O número de norte-americanos que deram entrada a pedido inicial de auxílio-desemprego na semana passada subiu acima do esperado, mas o dado mostrando redução do total de pessoas que sacaram o benefício por mais de uma semana serviu como contrapeso. O número de pedidos iniciais de auxílio desemprego subiu 30 mil, para 360 mil, na semana encerrada em 10 de abril, de acordo com dados do Departamento do Trabalho. O crescimento foi muito maior do que o esperado pelos economistas. A média prevista pelos analistas era de aumento de 7 mil pedidos. No entanto, o dado de pedidos contínuos - como são classificadas as solicitações do benefício por mais de uma semana - mostrou queda e ficou abaixo do nível de 3 milhões pela primeira vez desde julho de 2001, o que seria considerado pelos economistas como um sinal de melhora do ambiente do trabalho. O número de pedidos contínuos caiu em 22 mil, para 2.980.000 durante a semana que terminou em 3 de abril - último dado disponível sobre esse movimento. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.