Gabriela Biló/ Estadão
Gabriela Biló/ Estadão
Imagem Pedro Fernando Nery
Colunista
Pedro Fernando Nery
Doutor em Economia
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Talvez Bolsonaro tenha escolhido Braga Netto como vice por sua capacidade de realização

Ministro da Defesa foi o responsável por organizar o desfile de tanques na Esplanada

Pedro Fernando Nery*, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2022 | 04h00

Março acabando, hora de homenagear alguns aniversariantes. Escolho Michael Scott e Braga Netto – separados por 4 dias.

Michael é o gerente da fictícia firma da comédia The Office. Sem aptidão para o cargo, ocupa-se de trivialidades que não levam a lugar nenhum, frequentemente convocando reuniões inúteis. É emblemática na série a atuação do Comitê de Planejamento de Festas, acionado por Michael para organizar a confraternização de Natal ou a compra de um bolo. Sem nada importante para fazer na firma, seus subalternos criam outros grupos, como o alternativo Comitê para Planejar Festas ou o Comitê para Determinar a Validade dos Dois Comitês.

Michael é boçal, sem noção, e às vezes manifesta uma mania de grandeza que diverte ao encontrar sua incompetência. Acuse Michael de qualquer coisa, mas não o acuse de ter criado o Grupo de Trabalho para a Coordenação de Ações Estruturantes e Estratégicas para Recuperação, Crescimento e Desenvolvimento do País – doravante GTCAEERCDP.

O GTCAEERCDP foi criado há 2 anos pelo então ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto. Dali emergia o Pró-Brasil – “a principal ação do Governo Federal para retomada da atividade socioeconômica”, como informado ao TCU. Foi comparado ao Plano Marshall.

Michael Scott não faz apresentações com PowerPoint porque não sabe usá-lo. Braga Netto faz. Fez as do Pró-Brasil. De corar o Deltan, tinha, em vez de Lula no centro, a sua Casa Civil – centro gravitacional de vários outros órgãos na empreitada. A Economia seria satélite. Barras, cronogramas e setas indicavam o aumento vigoroso de alguma coisa, até já em 2022, mas cabe a quem ler conjecturar o que era. Havia também um “eixo ordem” e um “eixo progresso”.

Perturbador, 1.º semestre de ADM e plágio do Rolando Lero foram algumas reações no Twitter à apresentação do plano do general. De concreto, apenas a menção a duas resoluções.

A primeira instituía o GTCAEERCDP. A segunda mudava a composição do GTCAEERCDP. Incluindo o General Heleno. Só depois de um ano que uma nova resolução voltou a tratar do Grupo. Seu objetivo? Revogar as duas resoluções anteriores. 

Fim. Sobe a vinheta.

Michael organizou a Corrida para a Conscientização sobre a Raiva pela Cura (“4 americanos morrem de raiva todos os anos!”). Braga Netto organizou o desfile de tanques na Esplanada.

Michael não conseguiu subir no organograma da empresa. Já o criador do GTCAEERCDP teria sido escolhido por Bolsonaro como seu novo vice. Faz sentido. Talvez aposte na sua capacidade de realização. 

* DOUTOR EM ECONOMIA 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.