Pelo nono mês consecutivo, emprego formal cresce no País

O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, divulgou hoje os dados do emprego formal do País. De acordo com o Cadastro Geral de Empregado e Desempregados (Caged), o nível de emprego formal vem subindo pelo nono mês consecutivo. Em setembro, foram gerados 199.742 novos postos de trabalho formais e já alcança 1.666.188 o número de empregos com carteira assinada no período de janeiro a setembro. De acordo com o ministro, este foi o melhor resultado para o mês e também para o acumulado dos nove meses já registrados pelo Caged.Com base nestes dados, Berzoini disse que o Ministério reavaliou a meta de emprego para este ano, que deverá fechar em torno 1,8 milhão vagas com carteira assinada. Até a metade do ano, o Ministério trabalhava com a meta de geração de 1,3 milhão de empregos.Em setembro, os setores que mais geraram emprego foram a indústria da transformação, os serviços e o comércio. O emprego só foi negativo na agricultura, com perda de 15 mil 823 postos de trabalho. A queda na agricultura, segundo Berzoini, é sazonal. Nos nove meses do ano um saldo líquido positivo de 265.654 novos postos de trabalho.MERCADO DE TRABALHO  Evolução do emprego formal (trabalhadores com carteira assinada)       2003    2004   Janeiro35.485 100.106  Fevereiro84.029 139.074  Março21.261 108.212  Abril154.024 187.547  Maio140.313 291.822  Junho125.795 207.895  Julho37.233 202.033  Agosto79.772 229.757  Setembro161.765 199.742 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.